Praça Francia

Nos fins de semana funciona a famosa feira de artesanato da Recoleta.

DEL LIBERTADOR AV. 1400

A praça deve o seu nome a seu monumento central, chamada “França à Argentina”, obra do escultor francês Edmond Peynot e inaugurado em 1910, foi um presente da comunidade francesa ao país pelo Centenário da Revolución de Mayo. As três figuras alegóricas de sua parte do meio, em mármore de Carrara, representam a Ciência, a Indústria, a Agricultura e as Artes.
 
Os quatro baixos-relevos em bronze evocam fatos centrais da história de ambos os países: "A Primera Junta del Gobierno Criollo" (Primeira Junta do Governo Crioulo) e o "El Paso de los Andes" (Passagem do Andes) no caso da Argentina; a “Tomada de Bastilha" e "A Declaração da Independência" para a França. As duas figuras femininas simbolizam a Argentina e a França, guiadas por um anjo que personifica a Glória. As placas ao redor do monumento relembram as personalidades de origem francesa: o granadeiro Domingo Porteau, que faleceu durante o combate de San Lorenzo na luta pela Independência argentina, e o escritor e jornalista Émile Zola. Uma escultura realizada por Djibilian Lazaro representa a Louis Braille, criador do sistema de anagliptografia (braile) para cegos.