Obelisco

O Obelisco é, no mundo inteiro, o maior emblema da cidade.

CORRIENTES AV. y 9 DE JULIO AV.

O Obelisco é, no mundo inteiro, o maior emblema da cidade e de seus habitantes, como a Torre Eiffel em Paris ou a Estatua da Liberdade em Nova Iorque. Inaugurado em 1936 para lembrar o quarto centenário da primeira fundação de Buenos Aires, é obra do arquiteto Alberto Prebisch, um dos principais expoentes do modernismo argentino e autor também do vizinho Teatro Gran Rex. Localiza-se no lugar onde foi hasteada, pela primeira vez, a bandeira nacional na cidade.

Os que visitam Buenos Aires não podem deixar de fotografar este importante monumento, localizado estrategicamente na interseção de duas avenidas muito importantes: a 9 de Júlio, entre as mais largas do mundo, e a Avenida Corrientes, um dos principais polos culturais da cidade. 

O Obelisco é, além disso, o eixo do Metrobus, sistema de transporte de “colectivos” (ônibus) que atravessa o Microcentro pela Avenida 9 de Júlio, inaugurado em 2013. Com uma extensão total de 67,5 metros e uma base de 6,8 metros em cada lado. O Obelisco possui uma única porta de entrada, (de frente para a Avenida Corrientes, em direção ao oeste), na qual atrás dela, há uma escada marinheiro de 206 degraus com 7 descansos que leva ao topo, onde há um mirante com quatro janelas, visíveis da rua. Em cima delas, o monumento emblema de Buenos Aires, culmina como um pára-raios que não pode ser visto de primeira. Atualmente, está proibida a entrada.

Curiosidades

Você sabia que o Obelisco sofreu muitas resistências durante seus primeiros anos? Três anos depois da inauguração, o Concejo Deliberante (Câmara de vereadores) sancionou a demolição, decisão que foi vetada pelo intendente da época. Hoje, é um dos principais pontos de reunião das manifestações políticas e das festas das torcidas com as vitórias esportivas. Para celebrar seu 75° aniversario, em 2011, foi organizada uma visita guiada para 75 moradores, um por cada ano de vida do Obelisco.

Conheça a história do bairro de San Nicolás.