Museu Nacional de Belas Artes

É um dos mais importantes da América Latina. Tem a maior coleção de arte argentina do país.

Você também o encontrará em:

O Museu Nacional de Belas Artes é um dos mais importantes da América Latina e o que tem a maior coleção de arte argentina do país. Foi inaugurado em 1896, se bem sua atual sede data do ano de 1933, foi reformado pelo arquiteto Alejandro Bustillo para receber a coleção permanente. Dentro do patrimônio de arte internacional do museu se destacam obras de El Greco, Goya, Rodin, Rembrandt, Rubens, Renoir, Degas, Cézanne, Chagall e Picasso. Entre os pintores argentinos mais importantes, estão Cándido López, Lino Enea Spilimbergo, Prilidiano Pueyrredón, Fernando Fader, Benito Quinquela Martín, Xul Solar, Antonio Berni, Carlos Alonso e Antonio Seguí. O museu conta também com uma sala de fotografia, uma de arte andina pré-colombiana, dois terraços de esculturas e uma biblioteca com 150.000 exemplares.

Curiosidades
No edifício onde hoje está o Museu de Belas Artes orginariamente estavam as estações de bombas e depósito de água potável da Cidade.
 
 

 

 

DEL LIBERTADOR AV. 1473

bellasartes.gob.ar

Museu Histórico Sarmiento

A coleção está composta por diferentes objetos que pertenceram ao ex-presidente da Nação

Museu Judeu Dr. Salvador Kibrick

Foi o primeiro Museu Judeu da América Latina e se encontra no antigo bairro judeu.

Museu Nacional de Arte Decorativa

Sua decoração é testemunho do modo de vida da aristocracia argentina.

Museu Nacional Ferroviario Raúl Scalabrini Ortíz

Museu Participativo de Ciências

Dedicado à divulgação das ciências de forma lúdica e participativa.

Museu Xul Solar

A casa do artista Xul Solar foi revitalizada para dar lugar ao museu.

Palais de Glace

Inaugurado em 1910, o Palais de Glace foi construído para abrigar uma pista de patinagem sobre gelo.

Pavilhão de Belas Artes da UCA

Trata-se de um espaço de arte e cultura pluridisciplinar, interdisciplinar e aberto.