A partir do 20 de Março do 2020 e pelo Decreto 297/20 todo o pais ingreso num período de

isolamento social, preventivo e obrigatório.

¿Qué significa?

Você não pode sair da casa ou alojamento na cidade apenas para se fornecer dos artigos

essenciais como alimentos, artigos de limpeza e medicamentos.

Se você não cumpre as normas, comete um delito.


No caso de ter viajado para um pais onde o virus circula ou tiveste contato com

pessoa doente, você deve ficar por 14 dias isolado.

Se você tambem tiver algum dos sintomas, ligue gratis à 107.


Para mais informações, por favor envie um e-mail para turismo@buenosaires.gob.ar

Hipódromo Argentino de Palermo

Um dos mais assíduos visitantes foi o mítico cantor Carlos Gardel, que era proprietário do cavalo “Lunático”.

Você também o encontrará em:

Palermo

Localizado no tradicional bairro Palermo, é um grande atrativo turístico da Cidade de Buenos Aires. Destaca-se por sua construção arquitetônica monumental e pelos grandes eventos hípicos, como o Gran Prêmio Nacional, que é disputado todos os anos. Ao longo de sua história desfilaram pelas suas pistas os mais importantes representantes do turfe mundial. Conta com mais de 130 anos de história, cultura e esporte. Numerosos amadores e curiosos assistem as competições que acontecem todas as semanas. Além disso, os visitantes podem experimentar a melhor e mais variada oferta de lazer e gastronomia.

Um pouco de história

O começo do impressionante hipódromo, que hoje pode ser aproveitado por moradores e turistas, na realidade, não foi muito glamoroso. Existia um caminho conhecido como o “Camino de las Cañitas”, que com o tempo se converteu na Avenida Del Libertador e na Avenida General Luis María Campos. Entre o rio e este caminho, havia um pantanal e um canavial. Em certas ocasiões, as águas do Rio da Prata subiam tanto que chegavam até a Av. Luis María Campos. Ali aconteciam as corridas “cuadreras” e de “sortijas” (provas de gaúchos) e o lugar era conhecido como o “Potrero de las Cañitas”. As disputas e a presença policial para frear os enfrentamentos eram a moeda corrente.

O Hipódromo Argentino de Palermo somente foi inaugurado em 7 de maio de 1876. O acontecimento teve grande relevância, impacto social e contou com incontáveis pessoas que ficaram fora e não puderam ver as corridas da inauguração. Os bondinhos e trens não foram suficientes para transportar todos os interessados, ainda que fossem enviados mais de 50 vagões extras. Mesmo assim, 10 mil pessoas puderam ver ao famoso cavalo "Resbaloso" ganhar a primeira corrida da história do Hipódromo. 

Em 1883, o Hipódromo passou a ser administrado pelo Jockey Club, que era presidido por seu fundador e futuro presidente da Nação, Carlos Pellegrini. Em 1885, foi realizada pela primeira vez a corrida do Gran Prêmio Nacional (Derby Argentino), com a presença do então presidente do país, Julio Argentino Roca. O vencedor deste grande evento foi o cavalo Souvenir, montado por um jóquei uruguaio de somente 11 anos de idade.

Na construção original do hipódromo existia uma tribuna para 1600 pessoas e 40 camarotes para famílias. Em 1908, sob a administração de Pellegrini, o Jockey Club foi restaurado sob a direção do arquiteto francês Louis Faure Dujarric, que lhe deu o estilo neoclássico que se preserva até hoje, além da ampliação da capacidade das tribunas para 2000 pessoas. O Hipódromo Argentino de Palermo ganhou seu nome atual em1953. 

Curiosidades

Um dos mais assíduos visitantes do Hipódromo de Palermo foi o mítico Carlos Gardel, que era proprietário do cavalo “Lunático”, montado pelo célebre jóquei uruguaio Irineo Leguisamo. E foi ao Lunático e a Leguisamo que Gardel dedicou o tango “Leguisamo Solo”. Numerosos tangos dos anos 1930, 1940 e 1950 mostram o fervor popular que existia pelo esporte hípico naqueles anos.

(As imagens foram cedidas pelo Hipódromo de Palermo)

 

DEL LIBERTADOR AV. 4101

4778 2800

turismo@palermo.com.ar

www.palermo.com.ar