Bar Saint Moritz

Suas mesas escutaram os diálogos de Leonor Acevedo e seu filho Jorge Luis Borges, vizinhos do local…

No bairro Retiro, na Rua Paraguay esquina com Rua Esmeralda, está situada uma das confeitarias mais tradicionais: a Saint Moritz. Seu nome evoca uma das estações invernais mais conhecidas da Suiça.

Em Buenos Aires, a confeitaria Saint Moritz abriu suas portas em 1959. Em pouco tempo ganhou a adesão de uma importante clientela. O acesso pela calle Esmeralda era o utilizado para a venda ao público. Massas (docinhos), pan dulce (espécie de panetone) e sanduíches de miga (pão especial só miolo) eram algumas de suas especialidades. Este serviço foi prestado até 1986.

O espaçoso salão da Saint Moritz está modulado por quatro colunas centrais revestidas de espelhos. As mesas, quadradas, com toalhas vermelhas, e em cima destas, outras amarelas com o nome da confeitaria bordado em vermelho. As cadeiras forradas na mesma cor. Os muros, acima a boiserie, apresentam vários cartazes de Saint Moritz e desenhos de vários lugares da França. Atrás “da barra” (do balcão) principal, onde está o caixa, garrafas de uísque se mostram como um caleidoscópio. A outra barra (outro balcão), que foi a de venda ao público da confeitaria, mantém como testemunha o porta-rolo, incluso o papel com o qual embrulhavam os “tesouros” da pastelaria.

Nos anos 60 e 70 esta confeitaria era escolhida para tomar o chá após a caminhada pelas numerosas galerias de arte da zona. As mesas da Saint Moritz escutaram, entre outros, os diálogos de dona Leonor Acevedo e seu filho, o genial escritor Jorge Luis Borges, vizinho do lugar.
 
 

 

 

PARAGUAY 802

4311 7311

San Paolo

É surpreendente pelos ingredientes pouco convencionais para a pizza, como moela.

Santa María

Além da pizza, as sobremesas se destacam.

Siamo nel forno

Pizza italiana com ingredientes de grande qualidade.

Soria

Drinques frescos e um grande jardim com seu selo distinto.