A partir do 20 de Março do 2020 e pelo Decreto 297/20 todo o pais ingreso num período de

isolamento social, preventivo e obrigatório.

¿Qué significa?

Você não pode sair da casa ou alojamento na cidade apenas para se fornecer dos artigos

essenciais como alimentos, artigos de limpeza e medicamentos.

Se você não cumpre as normas, comete um delito.


No caso de ter viajado para um pais onde o virus circula ou tiveste contato com

pessoa doente, você deve ficar por 14 dias isolado.

Se você tambem tiver algum dos sintomas, ligue gratis à 107.


Para mais informações, por favor envie um e-mail para turismo@buenosaires.gob.ar

Bar La Academia

Na Av. Callao está a única Academia da cidade que nunca fecha.

A Academia é um tradicional local da Av. Callao, com três setores com personalidade própria. O primeiro deles, o mais próximo à rua, é o salão do café propriamente dito, recoberto com uma boiserie que lhe proporciona maior calidez. Atravessando uma passagem central, chegamos aos seguintes. O segundo tem três mesas de bilhar à direita, e à esquerda há varias mesas onde os fregueses jogam dados, baralho ou dominó. O último espaço, com ar do lugar para iniciados, como o coração de um templo tem doze mesas de billar e cinco de pool. Os “guardatacos” e o quadro marcador com publicidade de Fernet Branco decoram funcionalmente.

Uma moderna máquina passa CD, substitui as velhas e coloridas “fonolas”, permite escolher muitíssimos temas.

A La Academia está tão enraizada na vida cotidiana da cidade que muitos autores a incluíram em seus relatos. “… Parei e bem devagarinho campaneei essa esquina que, apesar das mudanças de quando ainda era Callao esquina Corrientes. Gostei. Mas gostei quando vi aberta a La Academia, ali, a meia quadra. Havia uma enorme concorrência. Pensei que era porque sairiam do cinema, mas não, tinha toda classe de gente. Tinha sido um lindo dia, estávamos no começo do mês…”, escreveu Oscar Leguizamón na La Grela. Também Enrique Medina na La esperanza infinita, Juan Terranova na El caníbal, e o grande Abelardo Arias no livro IntenSión de Buenos Aires se ocuparam da Academia.

Em Callao, quase Corrientes está a única Academia da cidade que nunca fecha, que sempre atende aos seus acadêmicos.

 

 

CALLAO AV. 368

4372 2765

Pátio de los Lecheros

O Patio de los Lecheros foi a estação de trem na qual, durante anos, chegou a produção das leiterias do interior do país.

36 Billares

Um lugar emblemático da Buenos Aires do século XIX.

878

Se destaca por seu nutrido cardápio e seu prestígio de ser o pioneiro.

Angelín

Com pouca variedade de sabores e ótima fainá, funciona desde 1938.

Babieca

Um restaurante tradicional, bem concorrido pelo público LGBT à meia-noite.

Banchero

Seu nome se associa a criação da fugazzeta.

Bar de Cao

Este tradicional bar do bairro de San Cristóbal reabriu suas portas em 2005.

Bar del Hotel Alvear

Um lugar tradicional, elegante e distinguido de Buenos Aires.

Bar El Colonial

Este edifício conserva alguns ladrilhos da época colonial, feitos com barro e palha secados no forno.

Bar El Estaño

Este é um café e restaurante do bairro de La Boca desde 1880.

Bar El Federal

O edifício onde se encontra o El Federal, no coração do San Telmo, data do século XIX

Bar Oviedo

Este bar funciona desde 1900 e seu interior está revestido de madeira