Praça do Congresso

Foi desenhada pelo arquiteto paisagista francês Carlos Thays.

RIVADAVIA AV. y ENTRE RIOS AV.

Foi desenhada pelo arquiteto paisagista francês Carlos Thays, responsável pelo traçado de importantes espaços verdes da cidade, como o Parque Tres de Febrero e a Praça San Martín. Foi inaugurada durante as festividades do centenário da Revolução de Maio de 1810. Em sua direção, na vizinha Praça Mariano Moreno, está uma das três réplicas do “O pensador” que o escultor francês Auguste Rodin fundiu do molde original e que leva sua assinatura.

Monumento aos Dois Congressos 

Este monumento, inaugurado em 1914, é obra dos belgas Jules Lagae, escultor das figuras, e Eugenio D’Huicque, arquiteto que desenhou o embasamento, construído com pedras provenientes da cidade francesa de Nancy. A escultura principal simboliza a República e foi feita em bronze escuro. Duas figuras femininas evocam a Assembléia de 1813, o Congresso de Tucumán de 1813 e o Congresso de Tucumán de 1816, quando foi declarada a Independência Nacional. A fonte que se estende para o Leste representa o Rio da Prata e duas figuras alegóricas simbolizam os rios Uruguay e Paraná. Na Praza do Congresso se levanta um monolito que indica o quilômetro zero das estradas nacionais.