A partir do 20 de Março do 2020 e pelo Decreto 297/20 todo o pais ingreso num período de

isolamento social, preventivo e obrigatório.

¿Qué significa?

Você não pode sair da casa ou alojamento na cidade apenas para se fornecer dos artigos

essenciais como alimentos, artigos de limpeza e medicamentos.

Se você não cumpre as normas, comete um delito.


No caso de ter viajado para um pais onde o virus circula ou tiveste contato com

pessoa doente, você deve ficar por 14 dias isolado.

Se você tambem tiver algum dos sintomas, ligue gratis à 107.


Para mais informações, por favor envie um e-mail para turismo@buenosaires.gob.ar

Estádios emblemáticos | 4. Estádio Diego A. Maradona

Você também o encontrará em:

Estádios de futebol preservam uma mística desde o tempo em que foram construídos até renovarem a sua história a cada 14 dias, quando se tornaram o palco de shows apaixonados. O Estádio Diego Armando Maradona está incrustado no coração de um bairro com ruelas, edifícios baixos e uma tensa calmaria. A geografia diz que isso é a Villa General Mitre, mas todos conhecem como o bairro La Paternal.

 

 

Não se destaca por sua altura nem pelo seu estilo arquitetônico refinado, mas por como o estádio parece se estender por seus arredores através de murais, nas quais o vermelho domina a paleta de cores entre as lojas vizinhas. O estádio carrega a marca de seus torcedores que enchem suas arquibancadas desde 1940. Antigamente eram de madeira, agora são feitas de cimento compacto, as fileiras mostram o desgaste dos anos, a evidência de gritos e pulos dos torcedores que fazem parte da memória coletiva que continua a se renovar.

 

Sua história, segundo a voz do estádio

Durante os jogos, uma voz dá as boas-vindas e apresenta os jogadores. Desta vez, ela tem que fazer algo diferente: contar uma breve história do Estádio Diego Armando Maradona.

 

O estádio está em movimento. Visto de cima, tem um formato assimétrico, mas há linhas retas em todos os detalhes: os assentos uniformes de repente param, ditando onde as pessoas podem sentar, as cores traçam linhas retas até certo ponto onde o vermelho e branco se confrontam.

O Maradona estreou sua carreira neste estádio, mas ele não foi o único. O berço do Argentinos Juniors também nos deu jogadores como Esteban Cambiasso, Juan Pablo Sorín, Juan Román Riquelme, Fernando Redondo e Claudio Borghi. Talvez seja por isso que nos referimos ao estádio como um templo.

 

“Primera vez”, un relato ficticio inspirado en hechos reales.
La pasión por Argentinos Juniors vivida por un joven de 10 años.

 

Mirá la serie completa

 

 

GAVILAN 2151