Bosques de Palermo

Com mais de 80 hectares, é um dos maiores espaços verdes de Buenos Aires.

Com mais de 80 hectares, é um dos maiores espaços verdes de Buenos Aires. Os habitantes da cidade o visitam para fazer piqueniques ou praticar esportes. Começou a ser construído em 1874 por iniciativa do presidente Domingo F. Sarmiento. O design original esteve ao encargo dos arquitetos Oldendorf, Mauduit e Wysocky; das obras também participou o arquiteto belga Jules Dormal, um dos arquitetos do Teatro Colón e do Congresso Nacional. Foi inaugurado em 1875. A partir de 1892, o encarregado das numerosas reformas e ampliações foi Carlos Thays o principal dos paisagistas que trabalhou na Argentina no final do século XIX e princípios do século XX. Há dois lagos artificiais onde se podem andar de bote ou de bicicleta aquática. Calcula-se que os bosques contam com mais de 12.000 árvores, muitas das quais são tipas, eucaliptos, chorões e umbus. Dentro do parque, na Plaza Holanda, localiza-se o Rosedal (Roseiral), um jardim com mais de 12.000 roseiras.