A partir do 20 de Março do 2020 e pelo Decreto 297/20 todo o pais ingreso num período de

isolamento social, preventivo e obrigatório.

¿Qué significa?

Você não pode sair da casa ou alojamento na cidade apenas para se fornecer dos artigos

essenciais como alimentos, artigos de limpeza e medicamentos.

Se você não cumpre as normas, comete um delito.


No caso de ter viajado para um pais onde o virus circula ou tiveste contato com

pessoa doente, você deve ficar por 14 dias isolado.

Se você tambem tiver algum dos sintomas, ligue gratis à 107.


Para mais informações, por favor envie um e-mail para turismo@buenosaires.gob.ar

4 museus gratuitos para visitar
Buenos Aires sempre tem algo bom para lhe oferecer: deixamos aqui quatro museus que você pode visitar grátis na cidade.

1. Museu Historico Nacional

Museu Historico NacionalDefensa 1600. 

Das 11 às 18 h.

O Museu Histórico Nacional reúne uma ampla variedade de objetos que permitem a aproximação a diferentes momentos da história argentina. A coleção inclui gravuras, litografias, quadros, imagens religiosas e esculturas; bandeiras, estandartes, armas e uniformes das guerras da Independência; móveis, relógios, partituras, instrumentos musicais e utensílios das famílias tradicionais do século XIX; lembrancinhas da celebração do Centenário da Revolução de Maio, relicários e miniaturas, fotos e cartões postais; palas, objetos de prata e prendas gauchescas. No museu também pode ser visitada uma reprodução do dormitório de José de San Martín em Boulogne-Sur-Mer, na França, ambientado com objetos originais de acordo ao esboço enviado por sua neta, Josefa Balcarce. Você não pode perder! 

2. Museu Casa Rosada

Av. Paseo Colón, 100.
Entrada das 10 às 17h30.

Em um dos edifícios mais importantes de Buenos Aires e honrando o bicentenário da Independência da Argentina, este museu está funcionando desde 2011. Está especificamente localizado na parte traseira da casa do governo. Se você gosta de arquitetura, você não pode perder este lugar.

3. Museu da Imigração

Av. Antártida Argentina, 1355. 
Das 11 às 18 h.
 
As histórias dos imigrantes que chegaram à Argentina desde a Europa, Ásia e África no século XIX e dos quais continuam chegando de toda América do Sul até os dias de hoje tem um lugar aqui. Além disso, abriga intervenções artísticas itinerantes. Uma viagem ao passado que reflete uma parte importantíssima da idiossincrasia portenha.  

4. Museu Quinquela Martín

Av. Don Pedro de Mendoza, 1835.
Das 11h15 às 18 h.

Conta com a mais ampla coleção de óleos e águas-fortes de Benito Quinquela Martín, realizados entre 1922 e 1967; também há obras das correntes figurativas da arte argentina desde os finais do século XIX e de artistas boquenses. Também conta com uma coleção de carrancas de proa, realizadas por artesãos anônimos. Não perca este museu em La Boca, um dos bairros imperdíveis de Buenos Aires.